quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Skinhead Speaks His Mind (nº1)

No início dos anos 60 começava a surgir uma cultura composta por jovens caracterizados pelo corte de cabelo muito curto ou raspado e com um modo peculiar de se vestirem (botas e suspensórios). Os skinheads, como eram chamados, também tinham uma ligação fortíssima com a música, basicamente com o Ska, Early Reggae, Soul e Oi!. Os três primeiros estilos musicais citados se caracterizavam por cantores negros, o que aponta que a cultura Skinhaed original NÂO tem ligação alguma com o RACISMO ou PRECONCEITO. Essa cultura era proximamente ligada à outras, como os Rude Boys (Jamaicanos/Negros) e os MOD (Modernistas/Ingleses). A cultura skinhead teve seu apogeu em 1969, época que foi “apelidada” pelos próprios como “Spirit of 69”. Eram formado por BRANCOS (classe operária britânica) e NEGROS (em maioria jamaicanos imigrantes), que freqüentavam juntamente bailes de Soul e Reggae. Porém beirando os anos 80, a verdadeira história começava a se distorcer. Surgiam subculturas, também denominados skinheads, com visões políticas e divergência entre elas. Surgiam também grupos neonazistas, xenófobos e defensores da supremacia racial branca. Daí chamou-se a atenção da grande mídia que generalizou o termo skinhead como racistas e preconceituoso até hoje.

Essa nova seqüência do Blog é para mostrar a cultura original, que infelizmente sofreu essa “distorção histórica”. É para mostrar também que os skinheads tiveram uma ligação fortíssima com a música negra e com o surgimento do Reggae, muito diferente do chamado “Roots Reggae” mais atual. O Ritmo era chamado de Early Reggae ou Skinhead Reggae.

Nas fotos, Skinhead Girls em um baile de música negra, à esquerda o famoso Bob Marley & The Wailers, e mais abaixo Laurel Aitken.

SKINHEAD SPEAKS HIS MIND (nº1)

1.Bigger Boss- Ansel Collins
2.Cool Hand Luke- Brother Dan All-Stars
3.SPlash DOwn- Crystalites
4.Double Barrel- Dave and Ansel Collins
5.Shocks of Mighty- Dave Barker
6.Sunshine Rock- Dave COllins (AKA Dave Barker)
7.The Conquerer- Derrick Morgan
8.Night FOod Reggae- Des All-Stars
9.Your Boss DJ- DIce The Boss
10.Jon Public (Tom Hark)- The Dynamites
11.Rescue Me- The Ebony Sisters
12. In Like Flint- Good Guys
13.Liquidator- Harry J All-Stars
14.WIld Bunch- Jackie Mitoo
15.Skinhead Revolt- Joe The Boss
16.The Last of the Skinheads- Judge Dread
17.Magic Touch- Junior Murvin
18.Fire COrner- King Stitt
19.Mix it Up- The Kingstonians
20.Sufferer- The Kingstonians

3 comentários:

Klatuu o embuçado disse...

Muito fixe este post! Conheço alguns dos temas doutra colectânea, «Skinhead Jamboree-Ultimate Collection».

E colocaste a questão no trilho certo - o que é raro - sem te sair poias de Esquerda ou de Direita.

Fica bem.

Elaine Carvalho disse...

Realmente, assisti a um documentário que trata desta confusão que se faz entre skin heads e skin heads nazis. Muitíssimo interessante a postagem.

ZTL disse...

Não sei com que no brasil pode existir nazis... com uma nação mestiça isso é impossível. E na politica, tudo é uma bagunça...portanto vamos apenas beber e curtir um som legal que é bem melhor e no mais raspar a cabeça!!! valeu